Técnicas preservam a fertilidade após o tratamento de câncer

Infelizmente, alguns dos tratamentos contra tumores acabam afetando os ovários e os testículos, entre outros órgãos reprodutores. Porém, é possível tomar medidas que preservam a fertilidade, contemplando o sonho de muitos pacientes de ter filhos. 

Dependendo do tipo de tumor, tratamento, tipo de droga, dose e número de sessões, a quimioterapia, a cirurgia e a radioterapia, às vezes, promovem lesões nos ovários ou nos testículos. As mulheres podem preservar a fertilidade através do congelamento de óvulos, congelamento de embriões, congelamento de tecido ovariano e a supressão ovariana. Essa última pode ser feita após o diagnóstico de câncer através de remédios que bloqueiam a produção hormonal.

Já os homens podem congelar o sêmen e coletá-lo em poucos dias, ou congelar o tecido testicular para os que ainda não entraram na puberdade.

 

Com informações do portal Oncoguia.