Alimentação é fundamental para prevenção do câncer de estômago

O estômago é um órgão do sistema digestivo com a função de armazenar a comida ingerida e ajudar na digestão dos alimentos. Na realidade, a digestão é um processo longo, que começa na boca e continua por algumas horas por todo o sistema digestivo, até o intestino grosso. 

Confundidas com azia ou gastrite, algumas complicações estomacais podem esconder um problema bem maior: o câncer gástrico, mais conhecido como câncer de estômago. Frequentemente associada a maus hábitos alimentares, a doença se desenvolve sem dar muitos sinais, mas tem alta taxa de mortalidade quando não tratada a tempo. 

Para reduzir o risco, devem-se adotar novos hábitos alimentares, mantendo dietas saudáveis e com ênfase em alimentos de origem vegetal. Uma dieta rica em frutas e vegetais frescos ajudam a evitar a doença. As frutas cítricas, como laranja e limão podem ser especialmente úteis além da necessidade de ingerir pelo menos 2 ½ xícaras de frutas e legumes diariamente. Optar por pães integrais, massas e cereais em vez de grãos refinados, e comer peixes, aves ou grãos em vez de carne processada e carne vermelha também pode ajudar a diminuir o risco de câncer. Outra dica é fazer pequenas refeições várias vezes ao dia para evitar a sensação de estômago "vazio" e náusea.
Vale lembrar que fazer a higiene adequada de frutas e hortaliças cruas é um passo necessário na prevenção de diferentes doenças, não apenas da infecção por H. pylori. Dessa forma, as frutas e as hortaliças devem ser lavadas em água corrente e colocadas de molho em solução com hipoclorito.

 

Com informações do portal do Instituto Vencer o Câncer.