Consumo de álcool aumenta risco para câncer

Pesquisa publicada pela revista científica Nature afirma que o álcool danifica o DNA em células-tronco, o que explica o motivo pela qual ingerir bebidas alcoólicas aumenta o risco de se desenvolver um câncer. Nesse referido estudo, pesquisadores utilizaram ratos de laboratório para mostrar como a exposição ao álcool traz um dano genético permanente.

Os cientistas deram álcool diluído (etanol) aos roedores. Eles então usaram uma análise de cromossomos e seqüenciamento de DNA para examinar o dano genético causado pelo acetaldeído, substância prejudicial produzida quando o corpo processa álcool. Eles descobriram que o acetaldeído pode quebrar o DNA dentro das células estaminais do sangue, levando a um rearranjamento de cromossomos e alterando permanentemente as sequências de DNA dentro destas células. Essa descoberta ajuda a entender como a ingestão de bebidas alcoólicas aumenta o risco de se desenvolver sete tipos de câncer, como o de mama e intestino.   

Segundo os especialistas, a prevenção é a melhor aliada para evitar o câncer e a melhor atitude, nesse caso, é reduzir a quantidade de álcool ingerida. Dados apontam que a bebida contribui para mais de 12 mil casos de câncer no Reino Unido a cada ano.

Com informações do portal da revista Época