Cada vez mais, técnicas milenares estão sendo utilizadas como terapias conjuntas à quimioterapia ou radioterapia, na busca do bem-estar dos pacientes com câncer. Reiki, ioga, shiatsu e acupuntura estão sendo estudadas para verificar a sua eficácia no dia a dia dos pacientes. A integração destas terapias orientais, à medicina moderna, confirma a preocupação que existe não só com o corpo do paciente, mas com a união do corpo, mente e espírito, sendo estes últimos muito trabalhados nestas técnicas.

Os resultados esperados podem reduzir os sintomas e efeitos colaterais da quimioterapia e da radioterapia, melhorar a qualidade de vida, aumentando a sensação de bem-estar; além de diminuir o estresse, medo, depressão, tão comuns nesta fase difícil do tratamento.